20 de julho de 2007

"Máscaras"


Máscaras sem rosto,
Espalhadas neste mundo,
Disfarces escondidos,
De quem dificilmente enfrenta...
Verdades manipuladas pela inveja do ser,
Fúrias que atinguem a própria forma de viver...
Refugio explosivo reacionado pela dor,
Essa dor,Moral,Física,Psicológica...
Vontades desastrosas,
Inconscientemente maldosas...
Virtudes que se perdem,
Actos maltratados,
Factos que ficam,
Feridas que marcam,
Hoje e todos os dias de cada vida...
Olho as máscaras do mundo, e pergunto:
- Quem és, não sei, não vejo, mas os teus actos me dirão...

Ny

3 comentários:

FRED PERRY disse...

bom,na minha opinião e infelizmente,hoje em dia temos que representar,ou seja usar a tal mascara,engolir situações indesejaveis,suportar,ver o que não gostamos,e tudo para que nesta hipocrisia em que vivemos ser aceite.
No meu caso e na minha forma de vida,eu não uso mascara,mas diria antes que contorno certas situações,de não mostrar para todos quem na realidade sou,tenho os meus motivos,obviamente que não vou revela-los.
O pensamento que escreveste vem muito em conta,podes não concordar com o que escrevi,mas na minha forma de interpreta-lo,vi-o assim.
Beijos gulosos.

mysticdream disse...

Máscaras...para este grande "carnaval" que é a vida.
Bjs*

Sofia disse...

Parabens pelo blog, está simplesmente belo... :)